angioplastica
português | english | spañol
Bem Vindo! |

Varizes dos Membros Inferiores

É estimado que mais de 50 milhões de brasileiros apresentem algum grau de doença venosa. Enquanto algumas pessoas procuram tratamento pela estética, outras para melhorar suas dores nas pernas.

Aproximadamente 60 % da população adulta vai desenvolver veias varicosas e/ou pequenas veias visíveis chamadas "spider veins" (em formas de teias de aranha). A genética é importante fator no desenvolvimento das varizes. Como não é possível alterar os genes que recebemos de nossos pais, muitos outros fatores podem afetar a formação e a gravidade das veias varicosas. Alterações do estilo de vida e atividades do dia a dia podem fazer muita diferença para suas varizes.

Causas:

- Genética

- Ficar de pé por longos períodos

- Roupas apertadas

- Constipação intestinal crônica

- Anticoncepcionais / reposição hormonal com estrógeno

- Calçados com saltos altos

- Musculatura das pernas enfraquecidas

- Calor

- Exercícios pesados

 

A hereditariedade é o fator mais importante causador das varizes. As mulheres são mais predispostas, sendo que aproximadamente 50% das brasileiras apresentam algum grau. Fatores hormonais incluem gestação, menopausa, utilização de anticoncepcionais, estrogênio e progesterona. É muito comum mulheres desenvolverem varizes na gestação, principalmente no primeiro trimestre. A gravidez causa um aumento nos níveis hormonais e no volume sanguíneo, predispondo as veias à dilatação. Além disso, o útero aumentado pode aumentar a pressão nas veias pélvicas. As veias varicosas causadas pela gestação podem regredir até 3 meses após o parto.

Como funcionam:

Para entender como fatores relacionados ao estilo de vida podem causar tanto impacto no desenvolvimento das varizes, é importante entender, de modo simples, como as veias funcionam. A principal importância das veias das pernas é fazer o retorno do sangue para o coração. O sangue é bombeado superiormente pelas veias auxiliados pela contração dos músculos das pernas e respiração. Então, quando andamos ou nos movemos, o sangue venoso também se move.

O peso de todo o sangue nas pernas é muito grande. Quando permanecemos de pé, as veias fazem com que o sangue se mova em direção ao coração através de centenas de pequenas válvulas, que se fecham. Estas válvulas impedem o refluxo para baixo, em direção aos pés. Quando andamos novamente, estas válvulas se abrem, e o sangue é bombeado em direção ao coração.

 

Ainda que as causas exatas das varizes ainda permaneçam indefinidas, sabemos que as paredes das veias podem expandir e as válvulas podem ser danificadas. Isto ocorre quando o sangue não é bombeado pelas pernas como deveria. Desde que o peso do sangue é tão grande, as válvulas são capazes de mantê-lo sem refluir por um período limitado de tempo. A partir daí, as paredes venosas começam gradualmente a expandir. As válvulas começam a enfraquecer e o sangue se movimenta para baixo nas pernas. Quanto mais válvulas são danificadas, maior quantidade de sangue é contidos nas veias, e estas começam a se dilatar, tornando-se visíveis. Isto é chamado de varizes, e quando ocorre, pode-se ter uma variedade de sintomas.

Sintomas:

- Dor nas pernas com uma sensação de cansaço, queimação e peso, principalmente quando está sentado ou em pé parado. Melhora com a elevação das pernas.

- Edema do tornozelo e/ ou da perna.

- Hiperpigmentação da pele ou sensação de coceira ao nível dos tornozelos.

 

O que são veias, varizes e varicoses?

As artérias levam o sangue do coração para as extremidades e as veias das extremidades para o coração. Estas apresentam um sistema de válvulas, que se não funcionam bem, o sangue não flui de uma forma eficiente. A partir daí as veias começam a dilatar por que elas estão congestas com sangue. Estas veias dilatadas são comumente chamadas de varicoses ("spider veins") ou varizes. As varicoses são pequenas veias avermelhadas, azuladas ou roxas, localizadas na superfície da pele. As varizes são veias dilatadas maiores, que se localizam um pouco mais profundas que as varicoses. A dor nas pernas é freqüentemente relacionada a varizes. Além dos sintomas já citados como peso, cansaço, queimação, prurido, edema nas pernas, as varizes podem comprometer a nutrição da pele, podendo causar eczema, inflamação (flebite), hemorragia, trombose ou até úlcera de perna.

 

As doenças venosas não são sempre visíveis. Além de uma cuidadosa história clínica e um criterioso exame físico realizado pelo especialista, muitas vezes exames não invasivos, como a ultra-sonografia Doppler, é realizado.

 

Quando e como tratar as varizes?

A pergunta mais comum é quando as varizes necessitam tratamento e quando é a melhor época para realizá-lo. Veias varicosas que estejam incomodando esteticamente ou causem dor ou outros sintomas desagradáveis são ótimas candidatas ao tratamento. Existem, de uma forma geral, dois tipos de tratamento: o conservador, utilizando meias elásticas e medicamentos e o "corretivo" que incluem métodos como escleroterapia, microcirurgia ou cirurgia. Em muitos casos uma combinação dos métodos funciona muito bem.